quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Tô com sintomas de saudade...

Às vezes eu queria que o mundo fosse mesmo plano. Assim a gente não ia ter tanto lugar pra correr. A gente ia ficar mais perto de quem a gente ama, sempre.
Às vezes eu queria não sentir saudades. Ser menos manteiga derretida, mais decidida, me importar menos com os outros.
Mas eu não sou assim. Não consigo ser assim.
Agora, nesse exato momento, queria que essa tal de saudade, que tanto me acompanha, me deixasse em paz. Me doesse menos, me maltratasse menos.
E que eu pudesse ter dito ao menos tchau.
Ou até logo, quem sabe.

2 comentários:

Graci Polak disse...

êee, floor...

Não gosto quando fala de saudade ou tristeza. Quando eu lenbro de vc, a primeira coisa que me vem à memória é o seu sorriso largo, verdadeiro. E pensar que vc já não sorri tanto faz com que eu fique ainda mais mellancólica.

Te cuida e faz as malas, porque amanhã chega rápido!

Bjooo!

Lucemary disse...

Por mais que o mundo fosse plano, os passos nos levam às vezes distante... e a saudade nos acompanha, não tem jeito. De saudade sou pós graduada, tantas no meu coração! E você, como poucos, sabe do que falo - e do que sinto.
E falando em saudade, saudade já. Da bagunça, da sua voz impositiva meio invertendo os papéis, da sua impaciência... e do seu sorriso, da sua presença, dos nossos papos.
Aproveita bastante aí.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...