segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Eu não queria. Juro que não queria.

Eu sei que tenho culpa, em parte, por esses atrasos. Mas eu queria que vocês entendessem que, para mim, está muito complicado dar conta disso tudo sozinha. Eu já faço mais horas que deveria, recebo muito menos e geralmente não no dia marcado. E eu tenho uma vida além daqui.
Eu odeio ver sua cara de decepção, sério. Porque, mais que um chefe, você tem sido um amigo muito querido aqui. Tanto que boa parte desses excessos que tolero é porque é você. E porque você é, sim, uma pessoa muito linda, dessas que encantam e fazem a gente querer agradar sempre. E eu sinceramente peço que me desculpe, mas não é algo voluntário. É complicado, eu já não sei mais o que fazer. Queria que você entendesse. E que as coisas se ajeitassem. E ponto.

2 comentários:

Graci Polak disse...

Sei o quanto você não queria, embora sinta que vc não deveria pedir desculpas pelo tanto a mais que já faz.

=)

Lucemary disse...

Uai, num é que eu tô com a Graci e não abro???
Podia dizer mais UM MONTE de coisas, mas vou dizer só uma: desculpe, filhota. Por não ter te ensinado a ser pragmática e profissional, esquecendo os sentimentos de vez em quando. Espero que isto seja levado em consideração na sua relação pessoal/profissional com seus chefes no futuro (por eles, bem entendido).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...