quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Bipolar

Eu queria o mundo, mas tenho medo da saudade. O que conheço é tão pouco e a falta que me faz, gigantesca. Muitas vezes penso que não me cabe.
Sinto saudades das cores, dos cheiros, dos sabores. Das pessoas, dos risos, dos momentos. Dos sons. Dos sotaques. Dos olhares.
Para cada quilômetro andado, mil saudades novas. É tanta que não sei bem como lidar com ela. Quero ir para frente, conhecer mais, ver mais. Mas também quero voltar, visitar outra vez, ver de novo.
Queria ser duas. Ou mais. Com destinos difusos, confusos, oblíquos. Sem caminho certo, mas sempre no caminho. Feliz.

"A gente só leva da vida a vida que a gente leva." (Tom Jobim)

6 comentários:

Tiago Silva disse...

Que lindo Pitchula... *_*

Camila Rufine disse...

sinto igual. mas eu sou bipolar mesmo...

Ps: sonhei com vc, com a graci, enfim... todo o povo de jornalismo. a gente tava feliz e gritando, nao me lembro o motivo. saudaades.

bjo

Wal Gitto disse...

Lindo isso Paula..mas a gente não tem tudo na vida mesmo né?
Bjo

Lucemary disse...

Este texto é tão lindo, tão lindo... tão a sua cara, tão a sua cara... tão a minha cara, tão a minha cara... tão triste, tão triste... e tão revelador também... nofundonofundo acho que ele é meu. Você só transcreveu o meu pensamento.
.
Amor e saudade inefáveis.

Natt disse...

Vc ainda escreve?

Natt disse...

Vc ainda escreve?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...